Ed Sheeran, possivelmente o maior astro masculino do pop, está entre os 12 artistas indicados ao Mercury Prize de 2017, ao lado do instrumentista de Jazz, Dinosaur.

Jurados do prêmio, estabelecido em 1992 como uma alternativa ao Brits, anunciaram a lista de álbuns indicados na quinta-feira, quando disseram estarem “maravilhados por explorar possibilidades musicais” e se recusam a “serem tolhidos pela discussão de gênero”.

A lista inclui dois ganhadores de edições passadas: o the xx (2010) e Alt-J (2012). Todavia, os favoritos são o astro do grime, Stormzy, e o cantor e produtor do sul de Londres, Sampha.

Em sua conta no Instagram, Sheeran escreveu: “Meu sonho quando comecei na música, era esgotar o Shepherd’s Bush Empire e ter um álbum indicado ao Mercury. Consegui aquele no primeiro álbum, mas nunca foi indicado com nenhum dos álbuns, então inferi que nunca aconteceria porque, como bem sei, não sou o artista mais aclamado pela crítica que existe. Mas hoje, para minha surpresa, acordei descobrindo que o Divide está entre os indicados. Agora, estou ciente de que não ganharei, mas estar na lista é uma honra de verdade e algo que faz tanto o meu eu de 26 anos quanto o meu eu de 13 anos muito felizes e orgulhosos. Então, obrigado a quem quer que tenha me indicado. Sinto muito por não poder comparecer à cerimônia, já que ainda estou em turnê pelos EUA. Mas obrigado. Vocês arrasam”.

Fonte | Tradução e adaptação: Fernanda – Equipe EdSheeranBR
Não reproduzir sem os créditos