A popularidade de Ed Sheeran – ampliada com o lançamento de seu álbum mais recente, o Divide, e seu show como headliner do Glastonbury – ajudou a elevar a venda de músicas do UK em 11,2% para 564mi de libras (2,3bilhões de reais) na primeira metade de 2017.

Sheeran continua dividindo a opinião da crítica, o que não foi diminuiu após sua aparição na série de TV Game of Thrones, mas não há como negar o impulso dado pelo artista de Suffolk à indústria da música e entretenimento do UK.

÷ é o produto de entretenimento mais vendido do ano no UK até agora, tendo vendido mais de 2 milhões de cópias, ultrapassando o lançamento cinematográfico “Rogue One: Uma História Star Wars”, que vendeu 1,18 milhão.

O sucesso do álbum de Sheeran arrasou no Official Charts com todas as suas 16 músicas entrando no Top 20 de singles – aumentando pelo stream de músicas e download em plataformas como o Spotify e Apple Music em 16,6% (366,6 milhões de libras e 1,5 bilhão de reais).  A título de comparação, a indústria usa a medida de 1000 streams de música ou 10 singles como o equivalente ao custo da venda de um álbum.

O valor da venda física aumentou em 2,5% (198 mi de libras ou 815 mi de reais) – o primeiro aumento em uma década – enquanto o ressurgimento do vinil mais que compensou o declínio da popularidade do CD.

O valor da venda de vinis cresceu em 37,6% (37,3 mi de libras ou 153mi de reais nos primeiros seis meses, liderada pelo Divide, com a trilha sonora do filme Guardiões da Galáxia e o Sgt. Pepper’s Lonely hearts Club Band, dos Beatles, também compondo o top cinco de mais vendidos.

A venda de CDs têm estado em declínio desde 2007, quando o mercado valia 1,12 bilhão de libras (4,6bi de reais). Agora é avaliado em 198mi de libras (815mi de reais), menos de 18% do total antigo.

Caso queira ler, em inglês, a matéria completa com os dados, clique na fonte.

Fonte | Tradução e adaptação: Fernanda – Equipe EdSheeranBR
Não reproduzir sem os créditos